Connect with us

Goiás

Desvio de R$ 2 mi em compra de medicamentos é alvo de operação do MP e polícia civil

Publicado

em

O Ministério Público de Formosa/GO (1ª Promotoria de Justiça) e a Polícia Civil deflagraram na madrugada desta segunda-feira (13) a operação nomeada de Capésius, cujo objetivo é cumprir sete mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão provisória nos municípios de Valparaíso de Goiás/GO, Luziânia/GO e Brazlândia/DF. Os alvos são empresas distribuidoras de medicamentos e empresários.

A investigação idealizada pelo MP por seis meses, em meio ao período de pandemia de Covid-19, detectou o desvio de R$ 2 milhões dos cofres públicos do município de Formosa nos anos de 2020 e 2021 na compra de medicamentos judicializados, com dispensa de licitações.

O esquema deflagrado se valia de empresas em nome de “laranjas” e fraudava licitações para as distribuição de medicamentos a preços superfaturados. Identificaram mais de 200% de superfaturamento em alguns produtos comprados pelo Fundo Municipal de Saúde.

No esquema criminoso os acusados apresentavam ao Fundo Municipal orçamentos adulterados de empresas que, realmente, não tinham ciência do uso da documentação, todos com preços superior aos praticados no mercado, desta maneira direcionava a licitação para a empresa que queriam ver vencedora, cujo orçamento era sutilmente inferior aos demais. A compra desses medicamentos era antecipadamente determinada pelo Poder Judiciário, acatando pedido do próprio MP, para atender pacientes de Formosa que não conseguiam os medicamentos de forma regular junto à Secretaria de Saúde municipal.

A operação é coordenada no MP pelos promotores de justiça Douglas Chegury e Ramiro Carpenedo, e na Polícia Civil pelos delegados regionais de Formosa e de Luziânia, respectivamente, José Antônio Sena e Rafael Abrão. Caso sejam condenados, os investigados estão sujeitos a uma pena de reclusão de 06 a 20 anos. A investigação continuará prosseguindo para identificar outros envolvidos.

Continuar Leitura
Clique para deixar um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Goiás

Morre o filho mais novo do governador Ronaldo Caiado

Publicado

em

O filho mais novo do governador Caiado, Ronaldo Filho, morreu neste domingo (3). Ainda não há informações sobre a causa da morte.

O governador estava na missa de encerramento da Festa de Trindade e saiu às pressas juntamente com a primeira-dama Gracinha Caiado.

Aguarde atualização!

Continuar Leitura

Goiás

GOIÁS ALTERA CALENDÁRIO DE PAGAMENTO DO IPVA 2022; CONFIRA NOVAS DATAS

Publicado

em

O governo de Goiás, por meio da Secretaria da Economia, alterou provisoriamente o calendário de pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) 2022. Confira abaixo as novas datas.

Pela Instrução Normativa da Secretaria da Economia divulgada em dezembro do ano passado, o contribuinte com a placa de final 1 deveria pagar a segunda parcela no dia 24 de fevereiro. Agora passou para 2 de maio. O motorista com a placa de final 2 deveria pagar a segunda parcela em 3 de março. Agora a data é 3 de maio. Já o motorista com placa de final 3 pagaria a a primeira parcela em 3 de março. A nova data agora será 4 de abril.

De acordo com o subsecretário da Receita Estadual, Aubirlan Borges Vitoi, também foram alterados os prazos para o pagamento da segunda parcela. Agora, os motoristas com carros de placas finais 1, 2 e 3 tem até um prazo maior para fazer o pagamento do imposto e de licenciamento de 2022. O vencimento passou para maio, em dias alternados.

Os motoristas com placas final 7, 8,9 e 0 começam a pagar a primeira parcela em julho e a última a partir de setembro.

O Governo de Goiás enviou projeto de Lei para a Assembleia Legislativa para parcelar o IPVA em 10 vezes. Desta forma, outras mudanças no calendário poderão ser feitas caso o projeto seja aprovado.

Veja como está o calendário atual:

Final de placa – 1ª parcela – 2ª parcela – 3ª parcela

Placa final 1 – 27 de janeiro/ 2 de maio/ 2 de junho

Placa final 2– 3 de fevereiro/ 3 de maio/ 3 de junho

Placa final 3– 4 de abril/ 4 de maio/ 6 de junho

Placa final 4– 5 de abril/ 5 de maio/ 7 de junho

Placa final 5– 4 de maio/ 2 de junho/ 5 de julho

Placa final 6– 2 de junho/ 5 de julho/ 3 de agosto

Placa final 7– 5 de julho/ 3 de agosto/ 5 de setembro

Placa final 8– 3 de agosto/ 5 de setembro/ 4 de outubro

Placa final 9- 5 de setembro/ 4 de outubro/ 3 de novembro

Placa final 0– 4 de outubro/ 3 de novembro/ 30 de novembro

Continuar Leitura

Goiás

Começa cadastro para entrega de 700 escrituras em bairros de Senador Canedo

Publicado

em

Cerca de 700 famílias serão beneficiadas com a regularização fundiária em bairros de Senador Canedo. A princípio, o programa da Agência Goiana de Habitação – Agehab, regulamentará a Vila São João e Jardim das Oliveiras.

Atualmente, as famílias desses bairros tem apenas uma espécie de contrato de gaveta. Com a regulamentação totalmente gratuita da AGEHAB, essas famílias terão a garantia e tranquilidade em ter a escritura do seu imóvel em mãos.

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), iniciou o cadastramento das famílias do bairro Jardim das Oliveiras, em Senador Canedo. Serão 480 famílias beneficiadas no Jardim das Oliveiras e 218 famílias na Vila São João.

Todos serão visitadas por profissionais credenciados em suas residências. Para realizar o cadastro, será necessário apresentar identidade, CPF, comprovante de endereço; comprovante de renda e termo de assentamento ou posse.

Também será realizado um questionário sobre perfil socioeconômico da família. Todos os funcionários que realização o cadastramento estarão com crachás e um colete verde. Em caso de dúvidas sobre o funcionário, o morador pode entrar em contato com a empresa responsável pela equipe (Platec) no (62) 99613-5321 ou na Agehab pelo (62) 3096-5050.

O presidente da Agehab, Pedro Sales, avaliou que os diferentes programas garantem aspectos importantes que fazem parte do conceito de moradia digna.

“Apoiar as famílias no pagamento do aluguel, conceder moradia digna a custo zero ou com uma parcela mais baixa que caiba no orçamento da família, ou ainda dar segurança jurídica para o morador com a entrega gratuita da escritura. Tudo isso ajuda cada família a conquistar mais dignidade, autonomia financeira e a melhorar de vida. Esse é o objetivo da Agehab e determinação do governador Ronaldo Caiado, garantir moradia digna para o maior número possível de goianos”, afirmou o presidente.

Regularização municipal

Na cidade, além da regulamentação realizada pelo governo do estado, o Residencial Dona Lindú, está sendo regulamentado pela prefeitura. Senador Canedo também pretende continuar a regulamentação em outros bairros da cidade.

“Esse benefício é de extrema importância para essas famílias. Ter a escritura do imóvel em mãos é uma segurança bem maior”, afirma Taynara de Linos, coordenadora de regularização fundiária municipal.

Continuar Leitura

Em alta