Connect with us

Guia Sou Mais

Carro voador realiza voo teste de 35 minutos entre cidades da Eslováquia

Publicado

em


Um protótipo de carro voador completou um voo de teste entre duas cidades da Eslováquia e ficou 35 minutos no ar. O AirCar, da Klein Vision, voou entre Nitra e a capital Bratislava na segunda-feira (28), de acordo com um comunicado publicado na quarta-feira (30).

 

O AirCar Prototype 1 é movido por um motor BMW de 160 cavalos e vem equipado com uma hélice fixa. Ele se transforma de aeronave em veículo rodoviário em menos de três minutos.

 

á completou mais de 40 horas de voos de teste, de acordo com a Klein Vision, incluindo voar a 8.200 pés e atingir uma velocidade máxima de cruzeiro de 190 quilômetros por hora (118 milhas por hora).

 

Após pousar em Bratislava na segunda-feira, a aeronave se transformou em um carro e foi levada ao centro da cidade pelo CEO da Klein Vision, Stefan Klein, e pelo cofundador da empresa Anton Zajac.

 

A empresa está trabalhando em um modelo chamado AirCar Prototype 2, que terá um motor de 300 cavalos. Espera-se que seja capaz de cruzar a 300 quilômetros por hora (186 milhas por hora) e ter um alcance de 1.000 quilômetros (621 milhas).

 

A Klein Vision planeja desenvolver modelos de três e quatro lugares do AirCar, bem como versões bimotores e anfíbios, de acordo com seu site.

 

Um número crescente de empresas está explorando o potencial de veículos voadores, apesar dos obstáculos que incluem segurança e confiabilidade. Os veículos voadores precisariam operar em um espaço aéreo lotado, perto de pequenos drones e aviões tradicionais, e também precisariam de uma estrutura regulatória, o que poderia levar anos.

 

Uber e Hyundai anunciaram planos para um táxi voador elétrico no Consumer Electronics Show do ano passado em Las Vegas. Michael Cole, o CEO da unidade europeia da Hyundai, disse na terça-feira (29) que a montadora sul-coreana está trabalhando “muito ativamente” no programa.

 

A Volkswagen disse em fevereiro que está procurando veículos voadores na China. Enquanto isso, Porsche, Daimler e Toyota apoiaram startups no que é conhecido como a indústria de decolagem e pouso vertical elétrico (eVTOL).

 

Em agosto de 2020, a empresa japonesa Sky Drive Inc. conduziu a primeira demonstração pública de um veículo voador no Japão. O carro decolou do Toyota Test Field e circulou por cerca de quatro minutos.

 

As informações são da CNN.

Continuar Leitura
Clique para deixar um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guia Sou Mais

São Paulo atropela Red Bull Bragantino no Morumbi e encerra jejum no Brasileirão

A equipe de Rogério Ceni fez 3 a 0 no adversário do interior paulista e encerrou um jejum de seis jo…

Publicado

em

Na estreia do novo terceiro uniforme, inspirado no agasalho do time campeão mundial em 1992, o São Paulo bateu o Red Bull Bragantino com autoridade neste domingo, no Morumbi. A equipe de Rogério Ceni fez 3 a 0 no adversário do interior paulista e encerrou um jejum de seis jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o São Paulo chega aos 29 pontos e fica a apenas um ponto de distância do Red Bull Bragantino (30) e se mantém na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

No futebol, os panoramas podem se modificar rapidamente. Até os 24 minutos do primeiro tempo, o jogo se arrastava, nenhum dos times se encontrava em campo ou ameaçava a meta adversária. Até que uma pressão do São Paulo para recuperar rapidamente a posse de bola surtiu efeito. Reinaldo encontrou um passe vertical, nas costas da marcação, para Rodrigo Nestor. O jovem, cara a cara com o goleiro, não desperdiçou e inaugurou o marcador no Morumbi.

Depois do gol, o São Paulo seguiu controlando a partida, sem deixar que o Red Bull Bragantino crescesse. Tanto que aos 42, uma grande oportunidade foi criada para o time tricolor em contra-ataque. Patrick demorou demais para fazer o passe, mas a bola acabou chegando em Reinaldo, que devolveu para Patrick na grande área, cobrando grande defesa de Cleiton.

O placar do primeiro tempo foi condizente com a proposta das duas equipes. O time de Barbieri não ofereceu muitos riscos, enquanto o São Paulo foi mais eficiente nas poucas oportunidades que teve, controlando bem o adversário.

Nos primeiros instantes do segundo tempo, o Red Bull Bragantino mudou sua postura, pressionando em linha alta. O São Paulo replicou a mesma postura e até ensaiou uma blitz. Com um jogo mais franco, o futebol exibido elevou a empolgação do duelo.

Assim, saiu o segundo tento do São Paulo. O ataque tricolor tentou duas vezes jogar a bola para a grande área. Na terceira, Reinaldo achou Calleri, que, de cabeça, fez a alegria do torcedor são-paulino. Foi a segunda assistência do lateral no jogo. Mal deu tempo de comemorar o segundo, o São Paulo já fez o terceiro. Rodrigo Nestor brigou pela bola, empurrou para Igor Vinícius. O jogador deu uma pancada, estufando as redes do Red Bull Bragantino.

Mesmo após os gols sofridos e todas as substituições feitas, o Red Bull Bragantino não conseguiu produzir ofensivamente e se mostrou bastante abatido. O São Paulo persistia como o time mais perigoso e estava mais perto de ir às redes novamente.

Na quinta-feira, o São Paulo retorna aos gramados às 21h para enfrentar o América-MG na Copa do Brasil. No jogo de ida, o conjunto tricolor saiu vencedor por 1 a 0 e precisa de um empate para se classificar para a semifinal. Já o Red Bull Bragantino, volta a atuar apenas no domingo, às 18h. O time do interior paulista recebe o Ceará, às 18h, pelo Brasileirão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 3 x 0 RED BULL BRAGANTINO

SÃO PAULO – Felipe Alves; Diego Costa, Miranda (Luizão) e Léo; Igor Vinícius, Gabriel Neves (Andrés), Rodrigo Nestor e Reinaldo; Patrick (Alisson), Luciano (Nikão) e Calleri (Eder). Técnico: Rogério Ceni.

RED BULL BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Lomónaco (Ramon) e Luan Cãndido; Lucas Evangelista, Raul e Hyoran (Andrés Hurtado); Artur (Helinho), Sorriso (Gabriel Novaes) e Jan Hurtado (Carlos Eduardo). Técnico: Mauricio Barbieri.

GOLS – Rodrigo Nestor, aos 24 minutos do primeiro tempo; Calleri, aos 13 minutos; Igor Vinícius, aos 15 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG).

CARTÃO AMARELO – Miranda.

PÚBLICO – 31.358 torcedores.

RENDA – R$ 1.326.973,00.

LOCAL – Estádio do Morumbi.

Continuar Leitura

Guia Sou Mais

Famosos fazem homenagens para família e comemoram o Dia dos Pais

O apresentador Marcos Mion, pai de Romeo, Donatella e Stefano, ressalta que tem muito orgulho de exe…

Publicado

em

CAMPINAS, SP (FOLHAPRESS) – Como em todas as datas comemorativas, o Dia dos Pais comemorado neste domingo (14) não passou em branco no perfil de algumas celebridades, que reconheceram a função de seus pais, companheiros e até mesmo a sua própria função de figura paterna na vida de alguém.

Para Bruno Mazzeo, que é filho de Chico Anysio (1931-2012), e pai de João, José e Francisco. Na legenda, ele é sucinto e vai direto ao ponto sobre o que o dia significa para ele. Ele traz duas fotos e uma legenda que corresponde à sequência: “Filho do meu pai + pai dos meus filhos”.

O apresentador Marcos Mion, pai de Romeo, Donatella e Stefano, ressalta que tem muito orgulho de exercer a paternidade. Ele também recebeu um recado dos filhos durante a exibição do “Caldeirão” (Globo) neste domingo. “A gente tem os melhores momentos com você. Você me ensinou tudo o que eu tenho de melhor”, disse a filha. “É essa responsabilidade que mais nos dignifica e da motivação em fazer a vida valer a pena e deixar um legado de inspiração e modelo de comportamento. Parabéns a todos os pais que são presentes. Colocar no mundo é fácil, ser pai é criar e cuidar”, escreveu Mion em seu perfil no Instagram.

Caetano Veloso também deixou sua mensagem para o pai, José Teles Velloso (1901-1983). “Meu pai me ensinou muito mais do que ele próprio imaginava. A gente não festejava dia dos pais. Era invencionice comercialoide americana. Mas, com o passar dos anos, aderimos via Nicinha, que gostava dessas coisas”, começou. “Celebro a lembrança de meu pai Zeca, Zezinho, José, VZ (esta a turma da família entende) com o beijo na boca que ele me deu em meu aniversário.”

O apresentador Luciano Huck também aproveitou para fazer uma homenagem tanto para os filhos como para seu pai. “Ser um bom pai é o maior desafio da minha vida. Sou muito grato a Deus. E ao destino por ter cruzado o meu caminho nesta vida com o de @angelicaksy, encontro, pra mim, sagrado e que abençoa a nossa família. Eva, Beni & Joaquim, a minha vida só faz sentido ao lado de vocês! E como já disse antes, os adultos que vocês se tornarão é o meu maior legado.”

Para o pai, ele diz que sua personalidade curiosa e a vontade de aprender e descobrir o mundo veio dele. “Meu pai, Marcelo, sempre fez da sua curiosidade uma jornada incansável de aprendizado. Se eu conseguir ler 10% do que ele já leu será uma vitória enorme. Te amo, Zé.”

Pais de primeira viagem, Fabiula Nascimento e Emílio Datas comemoram o primeiro aniversário com os gêmeos Roque e Raul, que nasceram em janeiro. “Tem espaço, tem tempo, tem amor tem acalento. O colo desse pai é o mundo. Laços de amor construídos na verdade não se dissolvem nunca. Feliz por nossos filhos. Feliz por ser você”, escreveu a atriz.

A humorista Tatá Werneck postou um registro de Rafa Vitti com sua filha Clara Maria e deixou claro que está com saudades do marido. “Papai Rafa não ganha prêmio de melhor pai do mundo justamente porque sabe que pai bom não merece prêmio. Ele faz porque sabe que tem que fazer. Ele é daqueles pais raros. E nós somos felizes ao lado dele. E estamos com saudade”, escreveu. “Você é o melhor pai de criança, planta e pet. Tudo junto na forma de galã do colágeno. Obrigada por ser meu companheiro.”

Já Thales Bretas, viúvo de Paulo Gustavo, comemora mais uma data com Gael e Romeu. “Encontrei o parceiro ideal, que sonhava como eu, com mesmos princípios e muito amor pra dar. E assim fizemos o nosso ninho, com dois pais, dois meninos e muito carinho! Eu sei que romantizar na internet é piegas e chega a ser enganoso: ser pai não são só flores! É difícil pra caramba!!! Desafiador… mas o que na vida se conquista sem desafios?”

Continuar Leitura

Guia Sou Mais

Flamengo goleia Athletico-PR e segue à caça do líder Palmeiras no Brasileiro

Todos os gols saíram no segundo tempo. Fabrício Bruno fez os dois primeiros, Ayrton Lucas ampliou, L…

Publicado

em

Em um segundo tempo eletrizante no Maracanã, o Flamengo goleou o Athletico-PR por 5 a 0, neste domingo, e segue a sua caminhada de perseguição ao líder Palmeiras, que lidera o Nacional de forma isolada. O triunfo diante dos paranaenses levou a equipe carioca aos 39 pontos, dois a mais que o rubro-negro de Curitiba.

Todos os gols saíram no segundo tempo. Fabrício Bruno fez os dois primeiros, Ayrton Lucas ampliou, Lázaro fez o quarto e Pedro fechou o número da goleada. Na partida, tanto cariocas quanto paranaenses entraram em campo com um time alternativo. O resultado aumenta a temperatura para o próximo confronto entre os dois times no meio de semana.

Na quarta-feira, o time de Felipão recebe o Flamengo em partida que vale vaga às semifinais da Copa do Brasil. No jogo de ida, houve empate de 0 a 0. Assim, quem vencer segue no torneio. Em caso de nova igualdade ao fim do duelo, a decisão vai para os pênaltis.

Já no final de semana, as equipes voltam a virar a chave de olho no Brasileiro. O Flamengo viaja até São Paulo para enfrentar o líder Palmeiras no Allianz. Já o Atlhetico-PR recebe o América-MG em Curitiba.

O jogo deste domingo, no Rio, mostrou um Flamengo tomando a iniciativa da partida apoiado pelos seus torcedores desde o apito inicial. O Athletico-PR apostou na marcação a partir do seu campo à espera de um contra-ataque e passou quase todo o tempo se defendendo.

O Athletico-PR chegou abusar das entradas mais fortes para conter o time carioca. No final do primeiro tempo, Flamengo voltou a pressionar com mais intensidade. Após Diego perder boa chance na pequena área, Marinho cabeceou com perigo e mandou a bola no travessão. Aos fim dos primeiros 45 minutos, o time carioca fez 12 finalizações contra o nenhum chute do adversário.

Na volta para o segundo tempo, o Athletico voltou com mais ímpeto ofensivo passou a incomodar a defesa do Flamengo. O jogo ficou mais franco com as duas equipes buscando mais as ações ofensivas.

O jogo ganhou mobilidade e o Flamengo abriu logo o placar. No escanteio da direita, Fabrício Bruno subiu no primeiro pau e fez 1 a 0. O gol causou uma espécie de apagão na defesa do Athletico-PR. No lance seguinte, Everton Cebolinha chutou livre e Anderson mandou a escanteio. Quase numa repetição do gol de abertura, novamente Fabrício Bruno, novamente de cabeça, aumentou a vantagem para 2 a 0.

Atordoado, o time paranaense se lançou à frente e pagou caro pela ousadia. Matheuzinho escapou em contra-ataque e foi derrubado pelo goleiro na área. Ayrton Lucas pegou a sobra e fez 3 a 0.

O jogo aéreo seguiu sendo a principal arma do Flamengo e o quarto gol teve mais uma vez a participação de Marinho. Em novo escanteio da direita, ele achou Lázaro que venceu a zaga e estufou a rede do Maracanã pela quarta vez na tarde, aos 26 minutos.

Já no final da partida, Dorival colocou parte de seus titulares em campo. Entraram Gabigol, Arrascaeta e Pedro para administrar o restante do duelo e tentar ainda aumentar a goleada. E a estratégia deu certo. Aos 46min, Pedro, de cabeça, fez o quinto. Ao fim do jogo, a torcida festejou bastante a vitória sobre o time de Felipão.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 5 x 0 ATHLETICO-PR

FLAMENGO – Santos; Matheuzinho, Fabrício Bruno, Pablo e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Diego Ribas (Arrascaeta), Victor Hugo (Vidal); Marinho (Gabigol), Lázaro (Vitinho) e Everton Cebolinha (Pedro). Técnico: Dorival Júnior.

ATHLETICO-PR – Anderson; Orejuela, Matheus Felipe, Nicholas Hernández e Pedrinho (Pedrinho); Erick, Alex Santana (Matheus Fernandes) e Vítor Bueno (Léo Citadini); Rômulo (Canobbio), Vítor Roque e Vitinho. Técnico: Felipão.

GOLS – Fabrício Bruno aos 10 e 13 minutos, Ayrton Lucas aos 17 minutos, Lázaro aos 26 minutos e Pedro aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Pablo e Thiago Maia (Flamengo); Vítor Roque e Alex Santana (Athletico-PR).

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio(GO).

RENDA – R$ 3.319. 083,75.

PÚBLICO – 59.165 pagantes.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio (RJ).

Continuar Leitura

Em alta