Connect with us

Anápolis

Urban que é passagem de ônibus em Anápolis a quase r$ 8

Publicado

em

A Urban, concessionária do serviço de transporte coletivo de passageiros em Anápolis, encaminhou à Agência Reguladora do Município (ARM), um pedido de reajuste de 79% no valor da passagem de ônibus em Anápolis. Se aplicado este percentual, o valor da passagem saltaria de R$ 4,25 para R$ 7,63.

Conforme o contrato firmado com a Prefeitura em 2015, a Urban tem o direito de solicitar o reajuste da passagem uma vez anualmente. No ano passado, contudo, não houve aumento, em razão da pandemia do novo coronavírus.

Segundo Robson Torres, neste momento de discussão da tarifa do transporte coletivo em Anápolis, a participação de toda a sociedade é imprescindível, e não só os usuários devem se preocupar, até porque é toda a cidade que precisa da força ativa dos trabalhadores anapolinos, nos hospitais, mas clínicas, nas fábricas, nas indústrias e nas empresas em geral, fazendo girar a Economia local, ajudando a gerar mais empregos e fortalecendo nossa arrecadação, e qualquer desequilíbrio no transporte coletivo pode impactar negativamente para todos nós.”, salientou Torres.

O presidente da ARM oficiou o Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Defesa do Consumidor, acerca do impasse no valor tarifário em Anápolis, solicitando a participação nas análises e na busca da solução ideal em defesa dos usuários.

Torres destacou que a Agência Reguladora do Município e o Conselho de Gestão e Regulação vão analisar a solicitação da Urban, com a perspectiva de poder manter o valor da passagem abaixo dos R$ 5, sem, no entanto, prejudicar a sustentabilidade do sistema de transporte público. Porém, ele ressalta que isso será um desafio para todos os atores envolvidos.

Um dos principais desafios é o enfrentamento do déficit do Sistema de Transporte Público Municipal, tendo a Urban apresentado o valor de mais de R$ 23 milhões entre março de 2020 e fevereiro de 2021, em função, principalmente, da queda de demanda provocada pelas medidas de isolamento social.

Continuar Leitura
Clique para deixar um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anápolis

Mário Sérgio Cortella abre congresso promovido pela UEG em Anápolis

Publicado

em

Dos dias 1º a 3 de dezembro será realizado o VIII Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Goiás (Cepe|UEG), evento já tradicional para a comunidade acadêmica. O Cepe é o maior evento da UEG a congregar todas as áreas de formação e conhecimento e ocorrerá nos períodos matutino, vespertino e noturno, com palestras, simpósios temáticos, minicursos, mesas-redondas, oficinas e apresentações de trabalhos. A abertura do evento será realizada pelo reitor da UEG, Antonio Cruvinel, e os pró-reitores da Universidade. O Congresso ocorrerá de forma on-line, com transmissão pelo canal do YouTube da UEG TV.

A conferência de abertura do evento será realizada pelo professor, escritor e filósofo Mário Sérgio Cortella. Como ponto de partida, ele traz a palestra intitulada “Os rumos da universidade pública no pós-pandemia, com foco nas relações humanas entre professores, técnicos e alunos”. O palestrante, reconhecido nacional e internacionalmente, é formado em Filosofia, mestre e doutor em Educação. Ao todo, já publicou 47 livros publicados no Brasil e exterior.

Neste ano de 2021, o VIII Cepe tem como tema “Desafios e perspectivas da universidade pública para o pós-pandemia”. A proposta é debater os novos rumos da educação superior. “As atividades propostas pelo Cepe proporcionam uma troca de saberes muito rica e contribuem para garantir a interatividade e conexão entre os participantes. Por ser transmitido via UEG TV, o evento garante, ainda, a participação de interessados de todas as regiões do nosso Estado e até mesmo fora dele, facilitando o acesso e ampliando ainda mais a abrangência da nossa Universidade”, comemora o reitor da UEG, Antonio Cruvinel.

Recorde


O VIII Cepe bateu recorde no número de inscritos. Ao todo, foram 576 trabalhos submetidos por acadêmicos bolsistas e docentes vinculados às ações de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG e 2.021 pessoas inscritas, contemplando toda a comunidade acadêmica. As inscrições para participar do evento e obter certificado já estão encerradas, no entanto, toda a programação poderá ser acompanhada pela UEG TV. As publicações do VIII Congresso de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEG podem ser acessadas no www.cepe.ueg.br .

Continuar Leitura

Anápolis

Recanto do Sol recebe van do Procon Anápolis até 3 de dezembro

Publicado

em

Depois de realizar mais de cem atendimentos na Praça Americano do Brasil, no centro, o serviço móvel de atendimento do Procon Anápolis estará disponível para moradores da região do Recanto do Sol, em frente ao CMEI Desembargador Air Borges, das 9h às 16h, de segunda a sexta-feira, 3, oferecendo os mesmos serviços que o cidadão encontra na sede, como reclamações. A escolha do cronograma leva em consideração os bairros em que houve maior número de registros por parte dos moradores.

O Bairro de Lourdes será o próximo beneficiado. A van ficará estacionada em frente à unidade de saúde da família entre os dias 6 e 10 de dezembro também de 9h às 16h. Já o Bairro Paraíso receberá a unidade móvel entre os dias 13 a 17 de dezembro e ficará estacionado em frente ao Cais Abadia Lopes da Fonseca. A última região contemplada neste ano será a Praça Bom Jesus, no centro, entre os dias 20 a 23 de dezembro, ambos no mesmo horário.

“A ideia é continuar o trabalho no ano que vem para aproximar ainda mais o Procon da população”, afirma o diretor Wilson Velasco.

Continuar Leitura

Anápolis

Prazo para regularizar imóveis em Anápolis termina no dia 31 de dezembro.

Publicado

em

Termina no dia 31 de dezembro, o prazo final para que moradores possam fazer a regularização de seus imóveis sem o pagamento de multas.

Todos que construíram ou ampliaram seus imóveis sem o álvara devem fazer a regularização, além de evitar multas que variam de R$1 a R$100m², estar com o imóvel irregular inviabiliza recebimento de benefícios sociais como o cheque moradia e dificulta a venda do imóvel, pois a Caixa Econômica Federal não faz o financiamento sem a Carta de Ocupação ou o Habite-se..

Além disso, há empecilhos na hora de se fazer o inventário – levantamento de todos os bens de uma pessoa antes da morte – e impede legalmente o desdobro, que é o parcelamento do lote para formação de outros. Outro fator importante, é que os comércios que não estão regularizados não conseguem tirar o alvará de funcionamento.

Como regularizar?

Os interessados em regularizar seus imóveis devem procurar uma empresa de engenharia que ficará responsável por toda a elaboração do projeto e inclusive com a parte Burocrática. Em Anápolis a empresa mais procurada para regularização é a Carvalho Engenharia, além de *parcelar em até 10X, o cliente começa a pagar somente em fevereiro de 2022**, e cuida de todo o processo até que a carta de Habite-se esteja nas mãos do cliente. Para os interessados em fazer um orçamento, devem ligar no número, (62)981243015 / https://wa.me/556281243015

Continuar Leitura

Em alta