Connect with us

Goiás

Grande operação da polícia prende organização criminosa de roubo de cargas em Goiás

Publicado

em

Uma ação integrada entre as polícias Civil (PCGO), Militar (PMGO), Rodoviária Federal (PRF) e a Secretaria de Economia (Secon) resultou na prisão de oito pessoas, nesta quarta-feira (22/09). Elas são suspeitas de integrarem uma organização criminosa, especializada em roubos de cargas de gênero alimentício e, principalmente, de combustíveis. As detenções fazem parte da Operação Ponto Final e foram realizadas em Goiânia e Anápolis.

Durante a ação, foram ainda cumpridos 14 mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos membros da quadrilha. Segundo as investigações da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), o grupo atuava há mais de dez anos, em diversos estados. “Essa organização criminosa tinha um grande raio de atuação, incluindo unidades da federação do Nordeste, Minas Gerais, Tocantins e Goiás”, informou o delegado Alexandre Bruno de Barros, titular da especializada.

A apuração mostrou ainda que a quadrilha agia com grande violência durante as abordagens aos motoristas de caminhão. Os suspeitos chegavam a manter os condutores em cárcere privado durante as subtrações, sob ameaça de armas de fogo. “Nós temos alguns altos das interceptações telefônicas que foram realizadas em que um dos líderes faz ainda ameaça de morte à vida de alguns policiais”, explicou.

Estima-se que a organização criminosa tenha gerado prejuízo que ultrapassa R$ 80 milhões às empresas vítimas. Em Goiás, toda a estrutura criminosa foi desarticulada. “Começaram a migrar para o nosso estado e a força-tarefa, encabeçada pela Decar, conseguiu identificar todos eles e desestruturar toda a organização criminosa”, completou o delegado.

Continuar Leitura
Clique para deixar um comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Goiás

Operação apreende 28 celulares de origem duvidosa em Alexânia

Publicado

em

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Luziânia, Gepatri de Cristalina e DP de Alexânia, deflagrou, no dia 1º de dezembro, operação policial com o objetivo de localizar e prender pessoas que compravam celulares de origem ilícita. Ao todo, 28 aparelhos de origem duvidosa foram apreendidos, sendo que cinco deles são, comprovadamente, produtos de furto no Distrito Federal e em Goiás.

Na oportunidade, houve a prisão em flagrante – por receptação qualificada – de um indivíduo de 45 anos, que comprava celulares no Distrito Federal e Entorno e vendia na cidade de Alexânia-GO. Segundo o delegado Rony Loureiro, as investigações tiveram início há cerca de um mês, a partir de um furto de celular ocorrido em Luziânia.

De acordo com as investigações, um estabelecimento comercial para comercialização dos produtos era mantido pelo suspeito, que atraía pessoas interessadas na aquisição de aparelhos celulares. O investigado já tinha sido preso pela Polícia Civil do DF e condenado em 2018 por fazer parte de organização criminosa especializada no furto de celulares em festas rave, os quais eram vendidos a terceiros por valores incompatíveis com os preços de mercado.

Conforme alerta o delegado, é extremamente importante que as vítimas de roubo e furto de aparelhos celulares compareçam à unidade policial para registrar o fato. “Só com esse registro é possível cruzar os dados com o material que conseguimos recuperar e fazer a restituição ao proprietário”, pontua. Da mesma forma, é importante que as pessoas desconfiem de aparelhos vendidos a preço muito abaixo do praticado no mercado. Um dos compradores dos aparelhos também foi conduzido e responderá por receptação.

O comerciante preso em flagrante por receptação qualificada encontra-se preso, em Alexânia-GO, à disposição da Justiça. A autoridade policial representou por sua prisão preventiva.

Continuar Leitura

Goiás

Influenciador digital é preso, em Goiânia, por tráfico de drogas

Publicado

em

A Polícia Civil de Goiás, por meio da 12ª DDP, prendeu em flagrante delito, nesta quarta-feira (1), um indivíduo, pela prática do crime de tráfico de drogas.

O autuado, que, entre outros títulos, é influenciador digital e ator, vendia drogas sintéticas nas redes sociais e nas “baladas”, em Goiânia.

Foram apreendidos, durante as investigações, quase 03 mil comprimidos de ecstasy, cogumelos e maconha, entre outras drogas, bem como materiais necessários para o preparo da droga para comercialização e outras substâncias químicas usadas no preparo de drogas sintéticas.

As investigações continuam, visando identificar e responsabilizar os fornecedores do autuado, que ficará à disposição do Poder Judiciário.

Continuar Leitura

Goiás

Corpo de Bombeiros de Goiás localiza corpo em Goiás

Publicado

em

Na tarde desta quarta-feira, 01, os binômios de Busca, Resgate e Salvamento com Cães – BRESC, do CBMGO, Sgt Wanderley e cão Fênix, Sd Thaynara e cadela Mera localizaram o corpo de uma pessoa desaparecida na cidade de Palmeiras de Goiás.

As buscas iniciaram dia 04/11, em apoio à Policia Civil de Goiás e foram finalizadas nesta tarde com a localização do corpo da vítima, que estava desaparecido há mais de 20 dias.

Continuar Leitura

Em alta